16 C
Guarulhos
qua, 17 ago 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Casos de violência contra as mulheres no primeiro semestre representam 55% dos de 2021 em Guarulhos

- PUBLICIDADE -

Os dados são do Mapa da Violência Contra as Mulheres, divulgado pela Prefeitura de Guarulhos

No primeiro semestre deste ano foram notificados 5.170 casos de violência contra as mulheres em Guarulhos, o que equivale a 55% de todos os casos apurados em 2021, quando foram registradas 9.410 ocorrências nas delegacias da cidade. Os dados são do Mapa da Violência Contra as Mulheres, divulgado pela Prefeitura de Guarulhos nesta semana e que mostra uma elevação dos registros de boletins de ocorrência no município.

Já a quantidade de registros apurados nos seis primeiros meses de 2022 representa 67,28% de todos os 7.684 registros lavrados em 2019 e 80,41% se comparados aos 6.430 casos de 2020.

O documento revela um total de 303 casos de violação de domicílio e dano ocorridos no primeiro semestre deste ano, uma baixa oscilação em relação aos 329 casos notificados em 2019 e os 310 de 2020.

Por sua vez, o indicador de crimes contra a dignidade sexual apresentou 118 registros nos seis primeiros meses de 2022, sendo quatro vezes maior que as 30 ocorrências de 2019 e quase três vezes mais que as 44 de 2020. O levantamento completo pode ser conferido no link https://bit.ly/MapaViolênciaMulherSemestre2022.

Para a subsecretária de Políticas para as Mulheres, Verinha Souza, os números não representam que a violência aumentou, mas sim que as mulheres estão denunciando mais.

“Elas estão buscando forças internas para denunciar, procurando mais ajuda, diminuindo a vergonha em expor a violência sofrida e enfrentando todos os preconceitos, machismos e resistências à realidade vergonhosa da violência contra a mulher”, destacou a gestora.

Acolhimento e prevenção

A administração municipal, por meio da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, integrante da Secretaria de Diretos Humanos, oferece atendimento para o enfrentamento à violência contra a mulher no Centro de Referência no Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica, a Casa das Rosas, Margaridas e Betes. Além disso, promove o projeto E Eu com Isso? para sensibilizar toda a sociedade sobre sua responsabilidade e a importância de denunciar.

Para a prevenção à violência e o empoderamento da mulher por meio do conhecimento e da autonomia financeira, a subsecretaria desenvolve cursos e palestras nas Casas e Espaços Clara Maria.

VEJA TAMBÉM

BOLETIM COVID GUARULHOS

REDES SOCIAIS

30,908FãsCurtir
10,600SeguidoresSeguir
5,244SeguidoresSeguir
2,900InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS NOTÍCIAS