23.4 C
Guarulhos
ter, 24 maio 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Gigantes Uber e Hyundai anunciam carro voador em São Paulo a partir de 2023

- PUBLICIDADE -

A Iniciativa integra ações para avançar a locomoção aérea rumo aos planos de ingressar no mercado de viagens aéreas. O anúncio ocorreu essa semana durante o evento Consumer Electronics Show em Los Angeles (EUA). As empresas apresentaram o conceito de aeronave em escala completa Hyundai Motor Company para o desenvolvimento do Uber Air, os VTOLs (sigla em inglês para veículo elétrico de pouso e decolagem verticais).

A concepção apresentada pela Hyundai, primeira empresa automotiva a aderir à iniciativa do Uber Elevate, foi criada em conjunto com a equipe comandada por Mark Moore, diretor de engenharia da aviação da Uber. Nesta parceria, a Hyundai produzirá e implantará os veículos aéreos e a Uber fornecerá serviços de suporte ao espaço aéreo, conexões para transporte terrestre e interfaces com os usuários por meio de uma rede de compartilhamento de viagem aérea, o Uber Air.

Em nota, as companhias informaram que estão colaborando juntas nos conceitos de infraestrutura para apoiar a decolagem e o pouso desta nova classe de veículos. “Acreditamos que a Hyundai tem o potencial de construir veículos Uber Air a taxas nunca vistas na indústria aeroespacial atual, produzindo aeronaves confiáveis e de alta qualidade em grandes volumes para reduzir os custos de usuários por viagem”, Eric Allison, líder do Uber Elevate.

A engenharia do projeto afirmou que pretende colocar os “ubers voadores”, que deve ter São Paulo entre as cidades prioritárias para implementação do serviço, à disposição de seus usuários já em 2023. O modelo desenvolvido, o S-A1 da Hyundai, será 100% elétrico e foi projetado para uma velocidade de navegação de até 180 milhas/h (290 km/h), uma altitude de navegação de 1.000-2.000 pés (300 a 600 metros) acima do solo e para viagens de até 60 milhas (100 km).

Com capacidade para quatro passageiros (e espaço para uma mala pessoal ou mochila por pessoa), os veículos serão pilotados inicialmente, mas com o tempo eles se tornarão autônomos. Para aumentar a segurança da aeronave, o modelo da Hyundai utiliza propulsão elétrica distribuída, alimentando vários rotores e hélices em torno da estrutura da aeronave diminuindo qualquer ponto único de falha. A estrutura também diminui os ruídos em relação aos grandes helicópteros de rotor com motores de combustão.

Fontes:(Infomoney e G1)

VEJA TAMBÉM

BOLETIM COVID GUARULHOS

REDES SOCIAIS

30,908FãsCurtir
10,600SeguidoresSeguir
5,222SeguidoresSeguir
2,860InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS NOTÍCIAS