14.9 C
Guarulhos
dom, 29 maio 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Guarulhos inicia campanha de combate ao Aedes Aegypti

- PUBLICIDADE -

De acordo com o Ministério da Saúde, o número de casos de dengue no Brasil em 2019 foi o segundo mais alto da série histórica, com 1.527.119 notificações até 7 de dezembro, ficando atrás somente de 2015, que fechou o ano com 1,7 milhão de registros.

Nesta terça-feira (28) a Prefeitura de Guarulhos lançou uma campanha de combate ao Aedes aegypti nas redes sociais e unidades de saúde. Mas, os órgãos públicos encontram dificuldade para que os agentes de saúde acessem imóveis, uma vez que em 50% deles ocorre recusa para a realização da vistoria.

Por isso, a Secretaria de Saúde de Guarulhos propõe que cada munícipe tenha a responsabilidade de cuidar do seu quintal, tendo em vista que a população já conhece as atitudes que deve adotar para combater o mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya, do zika vírus e da febre amarela. Assim, a intensificação da campanha ocorre neste período de chuvas intensas com orientações sobre como fazer para eliminar os possíveis ovos dos recipientes.

Depósito de água como ​tonéis, caixas e barris de água, prato de plantas, vaso de plantas com água, recipientes de consumo animal e ralos externos são os potenciais criadouros. Que serão retratados nas campanhas espalhadas pela cidade com as seguintes mensagens: “Você já sabe como combater o Aedes aegypti. É hora de agir!”.

Os materiais reforçam o fato de que basta eliminar o criadouro para que não haja mosquito e nenhuma das doenças transmitidas por ele: “Sem criadouro, sem mosquito! Sem dengue, chikungunya ou zika”, destacando a importância de eliminar pelo menos uma vez por semana com a finalidade de interromper o ciclo de vida do mosquito.

VEJA TAMBÉM

BOLETIM COVID GUARULHOS

REDES SOCIAIS

30,908FãsCurtir
10,600SeguidoresSeguir
5,221SeguidoresSeguir
2,860InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS NOTÍCIAS