12.2 C
Guarulhos
seg, 15 jul 2024
- PUBLICIDADE -

Guarulhos já entregou 258 títulos de propriedade aos moradores do Jardim das Nações

PUBLICIDADE

A estimativa é que até o final do ano serão oito mil títulos de propriedade entregues à população

A Prefeitura de Guarulhos entregou no sábado (15) mais 53 títulos de propriedade aos moradores do Jardim das Nações, na região de Cumbica, que agora somam 258 títulos recebidos. Seis décadas marcam a história dos moradores do loteamento, que se iniciou com o processo administrativo em 1964 e, desde então, aguardavam pelo título de propriedade de suas moradias.

A cerimônia de entrega dos títulos aconteceu no CEU Cumbica e contou com a presença do prefeito Guti (PSD) e do deputado estadual Jorge Wilson Xerife do Consumidor (Republicanos), líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado. “Muitas pessoas trabalharam para isso, um time coeso, que vem lá de trás se esforçando para que isso acontecesse. Agora, com esse título, ninguém mais tira a sua casa. Vocês construíram e agora é de vocês”, ressaltou Guti.

PUBLICIDADE

A Prefeitura de Guarulhos já entregou mais de quatro mil títulos por meio do GRU Legal, o maior programa de regularização fundiária da cidade, e até o final do ano serão oito mil títulos de propriedade entregues à população.

A moradora Sibele Pires de Ávila Caraça mora no Jardim das Nações há 39 anos e desde criança pôde ver o esforço de seus pais para construir uma moradia digna. Finalmente ela pode ter em mãos o documento oficial que dá segurança jurídica sobre o imóvel. “É muito bom que pessoas da vida pública enxergaram essa dificuldade e puderam dar essa condição para que a gente tenha o documento. A população precisa saber o que eles fazem. Porque ninguém sabe, e esse evento é uma oportunidade de contar o que foi feito, o que se conseguiu fazer e como as coisas funcionam. O sentimento agora é de muita felicidade”, declarou.

“Eu não tenho palavras para agradecer porque há mais de 40 anos esperamos por esse documento e nunca tivemos nem sequer uma promessa. É a minha vida que está aqui neste papelzinho”, disse a moradora Zenaide Pereira de Almeida. Sua vizinha, Ana Dirce Moreira Gomes, reforça que também esperou por esse tão sonhado documento há mais de 45 anos e que pensava que nunca iria conseguir ter o papel oficial de sua casa. “Eu, meu esposo e toda a minha família estamos felizes por estarmos recebendo esse documento. Agora a casa é minha de papel passado”.

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM

REDES SOCIAIS

30,908FãsCurtir
10,600SeguidoresSeguir
5,417SeguidoresSeguir
2,940InscritosInscrever
PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS