23.8 C
Guarulhos
qua, 25 maio 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Nova concessão da Dutra prevê pedágio entre Guarulhos e São Paulo

- PUBLICIDADE -

Até fevereiro vão continuar as consultas públicas feitas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para receber contribuições sobre a concessão de rodovias, dentre elas a via Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro e é importante porta de entrada à Guarulhos.

A previsão é de que o novo edital seja publicado no segundo semestre deste ano. Os novos contratos passam a vigorar na via Dutra, a partir de março de 2021 quando acaba o contrato com a CCR.

O novo modelo prevê que usuários frequentes paguem tarifas reduzidas, ou seja, o motorista que usa a rodovia como via urbana será identificado por meio de adesivos colocados nos vidros dianteiros dos carros, tecnologia que permite a cobrança eletrônica dos pedágios.

Essa nova concessão consiste na exploração do sistema por 30 anos, da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, operação, manutenção, monitoramento, conservação, implantação de melhorias, ampliação de capacidade, manutenção do nível de serviço e segurança do usuário.

A estimativa atual aponta que menos de 20% dos veículos que usam a rodovia pagam algum pedágio. Isso porque o trecho sem praça de pedágio, recebe um fluxo alto de veículos e existe grande concentração nos trechos iniciais, que saem da Marginal Tietê.
O governo alega que com mais veículos pagando pedágio, a tarifa ficará mais barata para todos.

O prefeito de Guarulhos, Guti (PSB) participou da audiência pública que reuniu entidades e autoridades impactadas pela Dutra e foi realizada na última sexta-feira, (17) para reivindicar melhorias que de acordo com ele, são para minimizar alagamentos em Guarulhos, já que córregos que cortam a rodovia, passam pela cidade e causam alagamentos em algumas regiões.

A exigência da ANTT é de que a concessionária implemente 31 km de faixas adicionais e 6,5 % km de vias laterais, além de 23 passarelas e duas novas alças de conversão para a Rodovia Hélio Smidt. As duplicações devem beneficiar o Trevo de Bonsucesso.

A nova concessão prevê implementação de uma nova praça antes da chegada à capital. O segmento a ser concedido tem 598,5 km e será composto pelas rodovias BR-116/RJ, entre o entroncamento com a BR-465, no município de Seropédica (km 214,7), e a divisa RJ/SP (km 339,6); BR-116/SP, entre a divisa RJ/SP (km 0) e o entroncamento com a BR-381/SP015, Marginal Tietê (km 230,6); BR-101/RJ, entre o entroncamento com a BR-493, no município de Itaguaí (408,1), e a divisa RJ/SP (km 599); e BR-101/SP – entre a divisa RJ/SP (km 0) e Praia Grande, Ubatuba (km 52,1).

VEJA TAMBÉM

BOLETIM COVID GUARULHOS

REDES SOCIAIS

30,908FãsCurtir
10,600SeguidoresSeguir
5,222SeguidoresSeguir
2,860InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS NOTÍCIAS